29 julho 2015

Como eu viveria no meu lugar fictício favorito

Oi gente. Participo de muitos grupos de blogueiros no Facebook, um deles é o Rotaroots, que muitos já conhecem. Um dos projetos que quase todos os grupos de blogueiros têm é a blogagem coletiva, onde todo mês eles disponibilizam temas pra você escolher um e postar sobre ele. 

Eu tenho muitas ideias de posts, mas muita preguiça de realiza-las, então resolvi participar da blogagem coletiva, que dependendo dos temas talvez eu publique tema de outros grupos também. Essa é uma maneira menos cansativa e mais dinâmica de produzir conteúdo pro blog e assim ele não fica desatualizado.
Já parou pra imaginar como seria sua vida em Hogwarts, Nárnia ou Panem?
Como amante de livros, séries e filmes que sou, não tenho só um lugar preferido. Ou melhor, não tenho um lugar preferido. Poderia tornar esse post super extenso descrevendo sobre os milhares de lugares que eu gostaria de viver, mas não fiz isso porque sou maravilhosa e quero que leiam até o final do post ♥ kkkk

 Nárnia: Lógico que Nárnia estaria na minha lista. Sou apaixonada por esse universo e não me importaria de entrar no meu armário e cair lá assim do nada. Moraria em Cair Paravel, saberia atirar com arco e flecha /sonho/, seria corajosa e confiante. Não faria questão de Manjar Turco, por isso inventaria o Kit Kat. Não me sentiria louca falando com animais. Meu marido ? Edmund Pevensie. Fim do mundo ? Iria para o País de Aslan.

 Asteroide B612: Pequena princesa talvez? - Viajaria por outros planetas, mas sempre voltaria pra cuidar da minha rosa. Awn ♥

 Idris: Precisamente em Alicante. A Cidade de Vidro sempre encantou os personagens de Instrumentos Mortais com seu ar vitoriano, sem armas e sem meios de transporte urbano. Seria uma versão de Paquetá? /que engra/ Só não acho muito legal arriscar a vida pra matar demônios, então essa parte ficaria por conta de terceiros. 

 Hogwarts: Nesse universo paralelo, a minha carta chegaria e eu finalmente descobriria que minha vida era puro glitter e purpurina. Usaria minha varinha mágica pra transformar o mundo cor-de-rosa, o trem não seria um inferno e eu não teria medo de descarrilhar toda vez que eu fosse estudar, teria amigos super incríveis que arriscariam suas vidas por mim e eu jamais, em hipótese alguma seguiria uma trilha de aranhas.

O post chegou ao fim, espero que tenha gostado. Escrevi de uma maneira diferente dos posts que eu vi por aí e espero que não tenha reparado na minha dificuldade de escrever no passado. Não me julgue, ok?
Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros que tem como objetivo a motivação de manter um número de atualizações em seus respectivos blogs e principalmente, de resgatar aquela paixão em manter seus diários virtuais.
Beijinhos e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário