15 agosto 2015

Blogosfera atual x oldschool #BEDA15

Fui introduzida nesse mundo aos 10 anos, quando comecei a achar interessante os blogs que disponibilizavam PNGs e publicavam tutoriais de efeitos do photoscape. Naquela época, alguns blogs tinham o fundo preto, a letra branca com a header fluorescente, enquanto outros eram rosa, purpurinados, cheio de babados e com cursor caindo estrelinhas.


Em 2009 eu criei o blog Tudo que uma garota quer ! por causa de um filme da Amanda Bynes com o mesmo nome. Os blogueiros eram mais unidos naquela época, as visitas não eram como uma obrigação pra arrecadar comentários para o próprio blog. Eu amava o Evelyn's place, através dele que surgiu minha paixão por templates e acompanhei o crescimento do Trechy Teen, que sempre foi uma inspiração pra mim. Ótimos blogs foram surgindo, assim como ótimos blogs foram deixados para trás, até hoje eu visito o Spazio DM, Menina Nerd, Cherry Bomb e outros na esperança de serem ativados novamente.


Acho que essa essência da blogosfera oldschool de falar aquilo que você gosta e não somente algo pra alcançar a fama, sempre me acompanhou. É claro que todo mundo quer ganhar dinheiro com uma coisa que gosta de fazer, mas isso vem depois de tempo, dedicação e amor. O meu blog é um lugar de diversão pra mim, onde publico coisas que acho interessante, informações que eu vou querer ler depois.

Eu sinto saudades do companheirismo, o que vemos hoje na maioria dos grupos de blogueiros e nos blogs é: "Visita meu blog?", "me segue, sigo de volta?!" e outros. Não sou contra trocar comentários, mas busque blogs que você se identifique, leia o post e comente naquele que você realmente gostou. Porque de que adianta conseguir visitas e ter leitores fantasmas?

Alguém mais sente saudades de selinhos, awards e afins? Morria de amores Beijinhos e até o próximo post.
Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros que tem como objetivo a motivação de manter um número de atualizações em seus respectivos blogs e principalmente, de resgatar aquela paixão em manter seus diários virtuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário